Iluminuras de uma noite sobre a ciência e as religiões nas doenças mentais

Meus amigos todos nós passamos por problemas mentais temos uma carga muito positiva a levar da vida, devemos apurar nossos dons.
Quando se toma medicamentos que mexem com o sistema nervoso central abrimos campos para diversos fenômenos parapsicológicos
Devemos saber como aproveitar estas oportunidades.
Se ouvimos uma voz ou vemos algo, ou temos um delírio é por um motimo
É algum espírito já reencarnado imediatamente, essa é minha fé, de que a vida é constante na roda dos mundos que está enviando informações.
Desde que me coloquei dentro do campo da esquizofrenia porque eu quis, eu estava buscando respostas para pessoas como o meu tio Clóvis, hoje eu vejo o quanto eu posso ajudar nesta área com auxílio dos médicos e psicólogos e de todos que participam de grupos de apoio trocando experiências como as nossas
Existem em diversas religiões fenômenos que são tão normais, porém dogmatizados que nos fazem perfeitamente normais frente eles. Santos que ouvem Jesus, veem maria, pessoas que servem de cavalos para orixás, médiuns que trabalham junto de espíritos para as mais diversas formas de expressar sua religião.
Isto se faz necessário pois o homem quer religar com Deus. Porém o maior dos deuses que podem existir é o Deus que está dentro de você mesmo. Ele sabe quem é Deus, e como comandar sua vida, com auxílio se necessário dos que caminham conosco pela vida em que estivermos vivendo em um dos mundos das rodas dos mundos.

Quando a ciência e as religiões evoluírem num mesmo sentido a propor por todos os seres de todos os mundos um ecumenismo universal baseado no amor universal, teremos uma grande dádiva a de podermos ter as soluções para tudo.

Gustav Mean

Papa Pietro II

 

 

2 ideias sobre “Iluminuras de uma noite sobre a ciência e as religiões nas doenças mentais”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *